Suando pra chegar lá!

terça-feira, 12 de julho de 2011

Novidades deliciosas, outras nem tanto....

Bom dia amigas!

Gente preciso contar que meu final de semana foi uma viagem de descobertas culinárias. Resolvi abrir minha cabeça, deixar o preconceito de lado e testar novos sabores. Explico: minha mãe é vegetariana, sábado passamos praticamente o dia todo juntas escolhendo presentinhos pra uma amiga que vai mudar pra uma casa nova e precisa de uma ajudinha pra ter tudo novinho... O dia foi uma delícia, escolhendo com carinho, doidas pra comprar um monte de trecos pras nossas casas tb! Mas enfim, chegou a hora de almoçar e ela me sugeriu um restaurante vegetariano que fica pertinho de onde estávamos. Topei, incrédula de que ia realmente comer algo gostoso. Esperava uma comidinha meio insossa, sem graça mesmo... Puro preconceito!

O restaurante é uma delícia, pequeno e aconchegante, as garçonetes muito pacientes explicaram como tudo funcionava pra uma marinheira de primeira viagem mais perdida que cego em tiroteio. O cardápio é enxuto. Todas as refeições eram compostas por 5 itens. Ou seja, tinha bastante variedade dentro do prato! As opções eram: Macrobioótica, que segundo a garçonete, eu poderia estranhar de primeira porque tem pouco tempero. ( E meu negócio mesmo é muito tempero!) Vegetariara, que foi a escolha da minha mãe e como eu provei do prato dela, posso dizer que estava uma delícia, Feijoada vegetariana, sopas e saladas.

Acho que minha cara de perdida era tão grande que a moça me orientou a pedir a feijoada. Acho que deve ser o prato de mais fácil aceitação entre os leigos no assunto, como eu.

Meninas, eu deveria ter tirado foto do prato, mas tava sem camera na hora... Que delícia! Leve e saborosa, não dá aquela sensação de " nossa, comi um boi inteirinho!" Vc fica satisfeita  e feliz... Saí de lá perguntando pra minha mãe quando poderíamos voltar! Sem lero lero, a tal feijoada era nada mais nada menos do que: Feijão preto com carne de soja e abóbora, acho que tinha pedacinhos de gengibre tb. Arroz integral, couve, mandioca e um molho picante maravilhoso! Amei a experiência!!!!

Nesse restaurante tb tem uma lojinha com produtos naturais, orgânicos, e afins, e livros, muitos livros sobre alimentação saudável, culinaria vegetariana, macrobioótica e tudo o mais sobre saúde! Um encanto de lugar! Durante meu "passeio" entre as prateleiras me lembrei muito das dicas da Gillien McKeith do programa "vc é o que vc come" e acabei comprando feijão azuki,  e alfarroba que seria um substituto para o chocolate.

E que substituto!!! Como uma chocólatra sem remédio posso dizer com toda convicção que não quero mais saber de chocolate!!!  Agora na minha casa só vai entrar alfarroba, ela ( a Dra Gillien) tem razão, dá pra substituir sem sofrer.

Agora a experiência ruim: Pequei no site da dieta nota 10 uma receita de canjica light com apenas 45 notas por xícara e me animei demais em fazer. Mas ou eu sou péssima cozinheira, ou a essa receita é uó mesmo!!! Ficou muito ruim, sem sabor nenhum, ou melhor, com gosto de adoçante.... Depois vou tentar melhorar essa receita... Claro que vou ter que deixá-la um poquinho mais "gorda"... Talvez colocando um poquinho de leite condensado light já dê uma diferença...

É isso meninas... Não tenham preconceitos em provar coisas novas, vcs podem se surpreender positivamente!

Beijos e uma ótima terça feira!

3 comentários:

Dora disse...

tá vendo como experimentar sem preconceito pode ser bom, descobrir sabores novos, degustar, sentir, se deliciar ou simplesmente não gostar.Te amo, fico feliz que vc esteja aberta para comer com mais qualidade.

Pollyanna disse...

Oi Micha
Apesar de nunca ter comido, eu nao tenho preconceito dessas comidas naturebas nao!
Mas eu fiquei curiosa mesmo foi sobre a alfarroba, é vendida em barra? Tem mesmo sabor de chocolate?
Vou procurar aqui em Goiania e experimentar também.
Beijos

Carolina Carvalho disse...

Oi amiga achei seu blog no cantinho de uma amiga e adorei, estou te seguindo beijos !

http://minhalutapeloemagrecimento.blogspot.com/